Praia do Forte – “A Polinésia brasileira”

//Praia do Forte – “A Polinésia brasileira”
Praia do Forte - Foto: Eduardo Moodi

Praia do Forte – Foto: Eduardo Moodi

A Praia do Forte é um local tranquilo e paradisíaco para curtir sozinho, acompanhado ou em família

Um antigo e aconchegante vilarejo de pescadores cheio de atrativos turísticos. A Praia do Forte, apelidada de “Polinésia brasileira”, fica a cinquenta minutos do aeroporto de Salvador (de carro), tem fácil acesso e conta com praias paradisíacas – que valem uma visita por si só, além de reservas ecológicas, coqueirais, lagoas e piscinas naturais.

Castelo Garcia D’Ávila

Castelo Garcia D’Ávila

História

Primeira fortificação portuguesa militar e residencial do Brasil, o Castelo Garcia D’Ávila ou a Casa da Torre, como também é denominada, é um dos mais importantes e significativos monumentos do patrimônio histórico e cultural brasileiro. Por suas características medievais, é considerada a única construção do gênero nas Américas. O Castelo começou a ser construído em 1551 por Garcia D’Ávila, que chegou à Bahia em 1549, com o primeiro governador geral Tomé de Souza. Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, em 1938. Hoje é um dos principais pontos turísticos de Praia do Forte.

Farol Garcia D´Avila

Farol Garcia D´Avila

A Vila

O centro comercial da cidade, também conhecido como vila, é a parte viva e movimentada do local. Para chegar lá, se você estiver hospedado em algum lugar um pouquinho mais afastado (algumas pousadas ficam dentro da vila), é possível “pegar carona” com um tuk-tuk. O triciclo famoso na Índia é o principal meio de transporte da cidade. Do hotel até o comecinho da vila o preço é R$ 10. Se você quiser ir até o Projeto Tamar (a distância é pequena, vale a pena ir caminhando para aproveitar cada pedacinho comercial do local!), o preço é R$ 20. Os nativos negociam, e ida e volta com o mesmo condutor reduz o preço.

A movimentada Vila da Praia do Forte - Foto: Eduardo Moodi

A movimentada Vila da Praia do Forte – Foto: Eduardo Moodi

Na vila está a Capela de São Francisco de Assis, um dos mais famosos cartões postais de Praia do Forte, que fica ao lado da concentração de barcos de pescadores ancorados. À noite, vários botequins servem comidas típicas com direito a karaokê e muito axé.

Projeto Tamar

O Centro de Visitantes da Praia do Forte foi criado em 1982. Junto com a base de pesquisa, ocupa uma área total de dez mil metros quadrados, cedida pela Marinha do Brasil/Comando do IIº Distrito Naval, no entorno do farol Garcia D’Ávila.

Projeto Tamar - Praia do Forte - Foto: Tamar.Org

Projeto Tamar – Praia do Forte – Foto: Tamar.Org

A biodiversidade, a beleza natural e a riqueza histórica e cultural desta região turística fazem do Centro de Visitantes um dos mais frequentados do Brasil, atendendo a cerca de 600 mil pessoas/ano, entre membros da comunidade, estudantes, pesquisadores e turistas brasileiros e estrangeiros.

Aquário dos Tubarões - Projeto Tamar - Praia do Forte - Foto: Tamar.Org

Aquário dos Tubarões – Projeto Tamar – Praia do Forte – Foto: Tamar.Org

Entre tanques e aquários, são 600 mil litros de água salgada com exemplares da fauna marinha da região e de quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, em diferentes estágios do ciclo de vida. Tem multimídia, cinema, vídeo, aquários, tanques, exposição permanente de painéis fotográficos, loja e restaurante. Um espaço cultural recebe eventos com artistas nacionais, internacionais e locais. As informações estão distribuídas por todo o espaço, através de painéis em português e inglês.

Com informações: Gazeta do Povo/ Praia do Forte.Org/ Tamar.Org

Para saber mais, fazer um planejamento para curtir tudo isso…
Entre em contato: [email protected]

Projeto Tamar - Praia do Forte - Foto: Tamar.OrgProjeto Tamar – Praia do Forte – Foto: Tamar.Org

By | 2015-09-09T02:46:28+00:00 setembro 9th, 2015|Nacionais|0 Comentários

Deixar Um Comentário