As praias mais caras e baratas para aluguel no Ano Novo

//As praias mais caras e baratas para aluguel no Ano Novo
Casa disponível para aluguel em Jurerê Internacional por R$ 2.500 a diária. Valor inclui carrinho, berço e banheira para bebê, Netflix, duas bicicletas, cadeiras de praia e maquina de lavar.

Casa disponível para aluguel em Jurerê Internacional por R$ 2.500 a diária. Valor inclui carrinho, berço e banheira para bebê, Netflix, duas bicicletas, cadeiras de praia e maquina de lavar.

Quem não abre mão de passar o Ano Novo na praia deve preparar bem o bolso para o Réveillon de 2016. As diárias de casas disponíveis para aluguel neste fim de ano facilmente passam dos mil reais em alguns dos principais destinos de verão do Brasil.

Na praia com a diária mais cara, Ipanema, no Rio de Janeiro, o valor médio do aluguel de apartamentos e casas é de 1.845 reais por dia, ou o equivalente a 9.225 reais por cinco dias.

As informações fazem parte de um levantamento realizado pelo site AlugueTemporada. A pesquisa mostra quais são as praias com diárias mais caras e baratas para alugar casas e apartamentos neste fim de ano, dentre as 20 mais buscadas por usuários do site.

Depois de Ipanema, a praia mais cara para passar o Réveillon é Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC), onde a diária média é de 1.702 reais, o equivalente a 8.510 reais por cinco dias de aluguel.

Já o destino mais barato é Recife, capital do Pernambuco. Na cidade, o aluguel na semana do Ano Novo custa em média 550 reais, ou 2.750 reais pelo pacote de cinco dias.

Dentre as praias do Sudeste do país, Cabo Frio, no Rio de Janeiro, tem a diária mais baixa, de 912 reais. A Praia dos Ingleses, em Florianópolis, tem o mesmo valor médio de diária e é a praia mais barata do Sul do país, dentre as incluídas no levantamento.

Ainda que em alguns lugares os preços sejam bem salgados, a maior parte das casas e apartamentos incluídos na pesquisa possui três ou quatro dormitórios, o que permite que as despesas sejam divididas por um número maior de pessoas.

“Casas de três ou quatro quartos costumam acomodar de seis a oito pessoas, mas dependendo do imóvel, podem comportar mais hóspedes. Temos fazendas anunciadas com mais de 20 quartos, por exemplo”, afirma Georgia Barcellos, gerente de marketing do AlugueTemporada.

Com informações: Priscila Yazbek, de EXAME.com

By |2015-11-12T22:46:50+00:00novembro 6th, 2015|Nacionais|0 Comments

Leave A Comment